Reprodução de Hamsters

favorite25 visibility41974
Blog do Dr. Fala - Reprodução de Hamsters

Hamsters, em condições saudáveis, possuem certa facilidade de reprodução. Aptos a se reproduzirem com aproximadamente 5 semanas de vida, o ideal é que a cópula aconteça entre os 4 e 10 meses de vida, para não prejudicar o desenvolvimento do filhote e evitar complicações no parto. Após o primeiro parto, é necessário esperar 3 meses para iniciar uma nova procriação.

Os machos permanecem férteis por toda a vida. Uma fêmea de hamster sírio entra no cio em média a cada 4 dias. Antes de entrar no cio geralmente ela exala um cheiro forte semelhante ao almíscar, percebido com mais intensidade no verão. Em seguida ela começará a excretar uma secreção branca pela vagina. Se ela não acasalar, 3 dias após o termino da excreção iniciará um novo cio. Uma outra forma de saber se a fêmea esta no cio é coçando as suas costas em direção ao rabo. Fêmeas no cio ficam paradas, levantam o rabo e mantem o peito encostado no chão.

O acasalamento deve ser realizado preferencialmente em um ambiente neutro, se não for possível, coloque a fêmea na gaiola do macho. Nunca coloque o macho na gaiola da fêmea, pois ela irá defender seu território. Se a fêmea não aceitar o macho, ela deve ser removida da gaiola para evitar brigas. É possível testar o mesmo casal na noite seguinte.

O período de gestação do hamster sírio é de 16 dias. Após 10 dias da fecundação a barriga da fêmea ficará mais arredondada e seus mamilos proeminentes.

A mãe começa a construir o ninho aproximadamente dias antes do parto, para auxilia-la nessa tarefa disponibilize material, como papel toalha ou papel higiênico.

O trabalho de parto dos hamsters é semelhate ao de outros mamíferos. A fêmea contrairá os músculos abdominais e se sentará nas patas traseiras para dar a luz a um filhote de cada vez. A placenta, um pequeno saco de sangue, será expelida após o nascimento de cada filhote, sendo em geral ingerida pela mãe. Os filhotes nascem em intervalos de aproximadamente 10 minutos e a mão deve permanecer ativa durante esse período. Por esse motivo os filhotes podem nascer em lugares diferentes da gaiola. Não se preocupe, pois a fêmea os levará para o ninho.

O ninho e os filhotes não devem ser manipulados, para evitar o estresse da mãe que poderá rejeitar o filhote e até mesmo comê-lo.

Aos 10 dias de vida os filhotes começarão a andar pela gaiola. Com 16 dias já estarão cobertos de pêlos e seus olhos já estarão abertos. Neste momento a gaiola pode ser limpa e os filhotes podem ser manipulados por um curto período de tempo. Com 21 dias chegou o momento de desmamar os filhotes, separe-os por sexo em gaiolas distintas e alimente-os exclusivamente com Alcon Club Roedores e Coelhos.

Lembre-se: Antes de possibilitar a reprodução de seu pet, reflita sobre como será a vida de seus filhotes, se ficarão em sua posse ou não. É importante que a reprodução seja feita com consciência, por se tratarem de pets frágeis, como no caso dos pequenos roedores e por se reproduzirem com muita facilidade.

Dúvidas? Escreva para nosso Depto. Técnico

Gostou deste post?


Pet Nutrition Expertise

roedores

Conforme nossa Política de Privacidade, utilizamos cookies para armazenar informações sobre como você usa nosso site, ao continuar com a navegação você concorda com estas condições.